Nada escapa: prefeito de Picuí cobrará imposto até de corrida de jegue

21/08/2017


Em uma espécie de readequação do Código Tributário do Município, o prefeito de Picuí, Seridó paraibano, Olivânio Remígio (PT), pretende cobrar o Imposto Sobre Serviço (ISS) de todas as atividades profissionais desenvolvidas no âmbito municipal. O tema foi repercutido por vereadores adversários do prefeito, na manhã do último domingo (20), durante um programa de rádio da cidade.

De acordo com os parlamentares, o Projeto de Lei (PL) que obriga a cobrança foi enviado à Câmara Municipal para aprovação, mas o mesmo ainda não entrou em pauta. Após sua repercussão, o prefeito recuou e disse que ouviria a população sobre o tema em uma audiência pública. Mas, como assim? Após ser votado pela Câmara?

De acordo com o texto lido pelos parlamentares, a cobrança será uma espécie de pente fino onde não escapa nada. Entre as categorias que serão taxadas, estão borracheiros, carrinhos de propaganda, moto-taxistas, lavadeiras de roupa, professores de dança, artes marciais, tatuadores, corrida de animais e competições esportivas. A bancada de oposição já se posicionou contrária ao projeto.


Ao compartilhar as matérias do Blog do Flávio cite a fonte, pois o mesmo tem redação própria. Apesar de criar seu próprio texto, quando usa informações da imprensa local as fontes também são mencionadas. Vamos juntos fazer uma mídia séria e com respeito aos profissionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License