Racha? Prefeito e vice de Picuí podem não estar unidos em 2018

14/08/2017


Mesmo há um ano das eleições de 2018, o clima já é de pré-campanha na Paraíba. No Curimataú e no Seridó não é diferente. Nomes já são postos como candidatos ao pleito e políticos se dividem nos apoios. Essa divisão pode chegar a cidade de Picuí, onde prefeito e vice podem seguir cada um para um lado com candidaturas diferentes.

No último final de semana, por exemplo, o prefeito Olivânio (PT) e o vice Lucas Marques (PSD) participaram de eventos distintos, na tarde do último sábado (12). O petista, mesmo tendo recebido doação de campanha do PMDB, em 2016, não quis participar da convenção da sigla “amiga” da cidade de Cuité. Já Lucas, não fez questão de marcar presença e chegou, inclusive, a discursar.

Olivânio, no entanto, foi a cidade de Barra de Santa Rosa, onde junto com o seu fiel escudeiro, vereador Ranieri Ferreira (PT), participou de um encontro na casa do recém contratado da Prefeitura de Picuí, o ex-vereador Adriano Leite (PT). No encontro, estava presente o deputado federal Luiz Couto (PT) e lideranças políticas ligadas ao parlamentar na região.

Segundo especulações do cotidiano político, Lucas já estaria com a sua chapa de 2018 praticamente fechada. Para deputada estadual, o vice-prefeito seguiria a candidatura da ex-prefeita de Cuité, Euda Fabiana (PMDB) e para deputado federal, ficaria com o candidato a reeleição Welington Roberto (PR). Lucas já foi visto em vários eventos com os dois em boa harmonia e sem a presença do prefeito.

Já Olivânio, pode surpreender ao lançar o seu companheiro de todas as horas, o vereador Ranieri, para a disputa de uma cadeira da Assembleia Legislativa da Paraíba. Para deputado federal, o petista deve seguir um nome do partido, que deverá ser indicado pelo padre amigo, Luiz Couto.

A façanha não é novidade no bloco de Olivânio, uma vez que em 2014, quando era vereador e foi candidato a deputado estadual, sua bancada se dividiu e apoiou outros nomes da política paraibana, os quais, por sinal, só aparecem na terra da carne de sol nesse período. Resta saber se o possível “racha” do próximo ano será relevado pelo atual prefeito como foi o de 2014, quando o petista teve que engolir no seco, sem dizer nada, pois precisaria do apoio dos seus pares dois anos depois.


Lucas em Cuité ao lado de Euda e Bado

Olivânio (de branco) em Barra de Santa Rosa

Imagens: Reprodução/Facebook

Clique AQUI e continue acessando o blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License