O que você procura?

Com ressalvas, oposição aceita desafio para aprovação do PL do ISS de Picuí

18/10/2017


Após repercutir na sessão desta terça-feira (17) da Câmara Municipal de Picuí, Seridó paraibano, vereadores da bancada de oposição ao prefeito Olivânio Remígio (PT) aceitaram o desafio do petista e anunciaram a aprovação da Lei de readequação do ISS taxando apenas bancos, cartórios e cartões de crédito. Contudo, os parlamentares devolveram o desafio e anunciaram que serão favoráveis a proposta com a aprovação do mesmo em conjunto com o aumento dos salários dos servidores.

De acordo com o prefeito, se os vereadores aprovarem a proposta, o mesmo dará um aumento de 5% aos servidores municipais a partir de janeiro do próximo ano. Em um vídeo publicado nas redes sociais, logo após a sessão, os parlamentares da bancada oposicionista voltaram a defender a aprovação da Lei com as alterações apresentadas desde o início da discussão, quando o projeto foi derrubado pelo Legislativo.

“Desafio aceito, prefeito. Pode comemorar, servidor de Picuí. Basta o prefeito encaminhar o projeto de aumento dos servidores para vigorar a partir de janeiro que a gente também aprovará o projeto do ISS na forma que nós sugerimos, taxando bancos, cartórios, cartões de crédito e, a pedido do prefeito, incluindo planos de saúde”, declarou o vereador Ataíde Xavier (PSD).

Além das emendas apresentadas pelos vereadores. Ataíde ainda destaca que tanto as novas cobranças quanto o reajuste salarial, devem entrar em vigor a partir de 1º de janeiro do próximo ano. “Devolvemos o desafio, nos mande o projeto para que a gente possa ajudar a contribuir e beneficiar o servidor da Prefeitura de Picuí”.

Confira o vídeo com o desafio do prefeito e a resposta dos vereadores.


Ao compartilhar as matérias do Blog do Flávio cite a fonte, pois o mesmo tem redação própria. Apesar de criar seu próprio texto, quando usa informações da imprensa local as fontes também são mencionadas. Vamos juntos fazer uma mídia séria e com respeito aos profissionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License