O que você procura?

Em dívida com a Energisa, órgãos de Picuí podem ter energia cortada

07/11/2017


Após notificar a Prefeitura de Picuí, Seridó paraibano, a Energisa - empresa fornecedora de energia - comunicou a Câmara Municipal sobre débitos de órgãos municipais com a mesma. Os prédios poderão ter o fornecimento suspenso.

No comunicado, a empresa dá um prazo de 15 dias para a gestão quitar a dívida pendente, sob pena de ter o fornecimento de energia dos prédios suspenso, caso o pagamento não seja efetuado. A notificação foi encaminhada no último dia 31 de outubro.

A empresa ainda pede ao presidente do Legislativo Municipal que, na qualidade de responsável pela fiscalização da aplicação dos recursos públicos, “adote as providências administrativas que entender cabíveis em face do prefeito, principalmente para a apuração da conduta de inadimplência de sua gestão”.

O assunto tomou conta da sessão desta terça-feira (07). Parlamentares da bancada de oposição apresentaram dados do Portal da Transparência e, segundo o mesmo, a Prefeitura de Picuí tem um débito de R$ 103,5 mil junto a empresa fornecedora de energia. As dívidas, de acordo com o bloco de oposição, são do exercício 2017.

Confira abaixo a notificação recebida pela Câmara Municipal.




Ao compartilhar as matérias do Blog do Flávio cite a fonte, pois o mesmo tem redação própria. Apesar de criar seu próprio texto, quando usa informações da imprensa local as fontes também são mencionadas. Vamos juntos fazer uma mídia séria e com respeito aos profissionais.

2 comentários:

  1. E aí? Quando vc vai colocar a matéria com o desmentido? Ainda vai pedir a autorização a alguém pra colocar a versão verdadeira?

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License