O que você procura?

Pedra Lavrada na lista negra do TCE por exceder gastos com pessoal

15/02/2018


A Prefeitura de Pedra Lavrada, no Seridó paraibano, volta a mira do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) por gastos com pessoal acima do limite prudencial de 60%. Na lista negra do órgão, além de Pedra Lavrada se encontram outras 20 prefeituras paraibanas.

De acordo com o TCE, a terra do minério gasta 63,52% da sua receita corrente líquida com folha de pessoal. A irregularidade na execução da folha de pessoal foi prevista pelo ex-prefeito Roberto Cordeiro (DEM), ainda no seu mandato, em entrevista ao radialista Anderson Eliziário.

“Todos sabem que o município tem uma folha elevadíssima e isso é um problema que vem de muitos anos e que quando assumi o mandato já existia. O ex-prefeito Tota enfrentou esse problema, eu estou enfrentando e o próximo prefeito, seja quem for, enfrentará”, disse.

No entanto, populares vem cobrando do atual prefeito, Jarbas Vasconcelos (PSD), um enxugamento na folha para conter as despesas e não comprometer os salários dos servidores efetivos, como aconteceu no final do ano passado quando os mesmos tiveram que paralisar as atividades como forma de protestar pelo atraso.

Uma denúncia encaminhada recentemente ao blog revela que a Prefeitura de Pedra Lavrada paga mensalmente quase R$ 170 mil pelos seus 81 servidores comissionados/contratados. O montante representa um gasto de 18% da folha mensal com indicações políticas do prefeito.

Blog do Flávio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License