O que você procura?

A carta de Radan, um grito em defesa da cultura de Cuité

05/04/2018



Quase passou despercebida e pouca gente teve acesso ao grito em forma de carta do cuiteense Radan Rocha, em defesa da cultura cuiteense. Ex-coordenador da Companhia de Artes Viravolta, seu desabafo foi feito na oportunidade em que o mesmo encerrava a carreira da promissora companhia de artes, a qual levou o nome de Cuité para o Brasil e mostrou o potencial artístico da nossa Serra.

A carta, não conta apenas a história da companhia, suas vitórias, frustrações, mas põe em cheque o declínio da cultura cuiteense. Mostra a falta de motivação, ou seja, incentivo por parte da população e, sobretudo, do Poder Público para que a arte possa ser desenvolvida na cidade. “A fome da crise motivacional parece não ter atingido apenas a Viravolta”, escreveu Radan.

O cuiteense destaca ações básicas que dariam grande incentivo aos artistas locais, como a manutenção do Teatro Municipal. “Temos uma casa de teatro com muitas limitações. Quem já fez espetáculo aqui sabe o quanto é desgastante”. E faz um apelo às autoridades artísticas ‘que ainda restam na cidade’. “Exterminem esse monstro da crise motivacional!”.

A carta de Radan está na íntegra no final da matéria. A mesma foi entregue ao término da apresentação de despedida da companhia no último dia 25 de março. Na oportunidade foi apresentada o espetáculo teatral “(Des)Enlace”, um dos grandes sucesso da companhia.

Cuité sempre foi um celeiro de grandes artistas com nomes que se destacam Brasil à fora. Uma prova disso, é o projeto ‘Paixão de Cristo’ que reúne anualmente mais de 300 atores da própria cidade para a encenação que é destaque em todo o estado e só perde para Nova Jerusalém.

Com um orçamento anual de R$ 417 mil para Cultura e Turismo, não falta dinheiro para ser investido pela gestão municipal na cultura de Cuité. Todavia, vale salientar que para fazer cultura de verdade não custa muito, e custa, se todo o recurso for destinado para grandes bandas que nada contribuem com a nossa cultura e fazem apenas tirar o que é nosso com poucos minutos de apresentação recheada de tudo, menos cultura.



Carta do artista Radan Rocha

 
Blog do Flávio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License