O que você procura?

Memória: Olivânio cobrava reajuste de 13% para a Educação, como prefeito deu 6,81%

15/05/2018


Dois pesos e duas medidas, assim tem sido a gestão do prefeito de Picuí, Seridó paraibano, Olivânio Remígio (PT). Como gestor, o ex-vereador rasga o discurso que o fez chegar ao posto de chefe do Executivo Municipal.

A mais recente decisão do petista é a prova viva do adágio popular. Quando foi vereador, Olivânio cobrava reajuste de 13% para a Educação do município. Já como prefeito, concedeu apenas o que manda a Lei, 6,81%.

Além de cumprir apenas o piso da categoria, o petista ainda anunciou que não pagará o retroativo dos três primeiros meses do ano. Como vereador, Olivânio não aceitava que os prefeitos usassem a crise como justificativa para o não pagamento dos reajustes que o mesmo cobrava, hoje se agarra a mesma para não concedê-los.

O tema repercutiu na sessão desta segunda-feira (14), quando vereadores da oposição apresentaram uma emenda cobrando o pagamento do retroativo do reajuste dos meses excluídos pelo gestor.

Confira abaixo um recorte do informativo do então vereador Olivânio Remígio cobrando o reajuste de 13% para os profissionais da Educação.

Então vereador, Olivânio cobrava 13% de reajuste
Blog do Flávio

Um comentário:

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License