O pedido de Dagmando e o silêncio de João

21/05/2019


Durante a plenária do Orçamento Democrático Estadual (ODE) na última sexta-feira (17), em Cuité, um pedido “popular” chamou a atenção. Mas quem acompanha as plenárias e conhece a dinâmica (rito) da cerimônia se espantou mesmo foi com a resposta dada a tal pedido.

Com os microfones abertos para a população, com falas previamente inscritas, o governador houve as demandas e depois as responde. Isso acontece desde que a ferramenta foi criada pelo ex-governador Ricardo Coutinho. Não passa uma pergunta ou pedido sem resposta.

Porém, partiu de um aliado, ou melhor, do presidente do partido do governador no município, o pedido sem resposta. Coube a Dagmando implorar a João a demanda que, segundo ele, “veio das ruas”: uma articulação do chefe do Executivo Estadual para a suplente de deputado Rafaela Camaraense assumir uma cadeira da Assembleia Legislativa.

Sabiamente, João deu calado como resposta. Até porque o ambiente não era para discutir política e sim as ações do Governo na região. Aos olhos e ouvidos atentos de políticos da região presentes no local, o silêncio de João soou como um “tô fora”.

Pelo visto o governador não quer meter a mão nessa cumbuca, pois como secretário de Estado já assistiu filme parecido e lembra da dor de cabeça que teve com um suplente que virou deputado e quis criar asas demais, a ponto de dar carteirada em auxiliares do governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License