Ambulância de Picuí falta combustível e constrange pacientes

27/01/2020


Um fato inusitado, e longe do padrão de gestão propagado pela mídia oficial e terceirizada pelo prefeito Olivânio Remígio (PT), chamou a atenção da população na última semana. O assunto corria apenas na boca miúda, mas foi escancarado pelo vereador Wagner Henriques (PSB) em programa de rádio deste domingo (26).

Uma ambulância do município faltou combustível quando passava pela cidade de Remígio, Agreste paraibano, ao retornar de João Pessoa, na última quinta-feira (23). No veículo, estavam três pacientes. Entre eles, uma idosa de 87 anos que faz tratamento contra um câncer.

Para seguir viagem, de acordo com o parlamentar, o motorista pegou dinheiro emprestado para abastecer o automóvel. Bem lembrou o vereador Ataíde Xavier (PSD) ao destacar que a ambulância faltou combustível na terra administrada pelo bloco político do aliado do prefeito Olivânio, o deputado Chió Batista (Rede).

Todavia, tal parceria não serviu para resolver o problema. Se não fosse a ousadia do motorista, os pacientes teriam que esperar por outro veículo ou apelar por uma carona. Situação bem diferente da promessa de campanha do petista, que prometeu um carro para cada especialidade. Ficou só na promessa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License