Cartaxo contempla médicos e deixa enfermeiros sem gratificação

28/05/2020


O assunto pegou todos de surpresa e tem gerado revolta nos enfermeiros, técnicos em enfermagem, auxiliares e outros profissionais que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus (Covid-19) em João Pessoa. A gratificação, assinada pelo prefeito Luciano Cartaxo (PV), foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (27).

De acordo com a Medida Provisória nº 79, de 20 de maio de 2020, a Gratificação Temporária de Emergência em Saúde Pública (GTESP) será destinada aos médicos efetivos “que exercem suas atividades no atendimento da situação da pandemia coronavírus”.

Médicos que trabalham 20 horas semanais receberão uma gratificação de R$ 2 mil/mês. Já os profissionais que trabalham 30 horas semanais, vão receber R$ 3,7 mil/mês. E os que trabalham 40 horas semanais, vão receber R$ 5,3 mil/mensal. A gratificação será paga enquanto perdurar o estado de calamidade pública do município. 

Um manifesto de enfermeiros, técnicos, higienizadores e maqueiros está sendo programando para esta sexta-feira (29), em frente ao Hospital Santa Isabel, às 7h30, como forma dos profissionais protestarem contra a medida do prefeito.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License