Oposição do Damião vota contra R$ 1,5 milhão para obras na Educação

06/08/2020


Vereadores da bancada de oposição ao prefeito Lucildo Fernandes, da cidade de Damião, Curimataú paraibano, votaram contra a abertura de crédito adicional suplementar de R$ 1,5 milhão para execução de obras na Educação do município. Apesar da negativa, a suplementação foi aprovada com votos da situação, composta pela maioria, e sancionada nesta quinta-feira (06).

Fruto de recursos de complementação do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), o valor soma-se a um total de R$ 4,8 milhões, que serão distribuídos entre profissionais da Educação, compra de equipamentos, além de obras e instalações.

No entanto, após receber a proposta, a bancada de oposição apresentou emenda negando a abertura do crédito para obras.

Os vereadores Damião Galdino, Edvaldo Silva (Pelé), Raimundo Azevedo e Dinho Medeiros justificaram que não poderiam autorizar o gasto por restar apenas 5 meses para o término do mandato do prefeito Lucildo. Para eles, o valor deveria ser incluso na Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano.

Os parlamentares ainda chegaram a divulgar um vídeo nas redes sociais tentando justificar o voto contrário à proposta, mas o assunto pegou mal para os representantes do povo.

De acordo com o prefeito Lucildo Fernandes, o valor seria destinado a reforma de uma escola e construção de uma quadra na Comunidade Gangorra, construção de uma escola na Comunidade Viração e reforma de uma escola e construção de uma quadra no Assentamento Santa Verônica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018. Blog do Flávio Fernandes.
Creative Commons License