Em Rio Tinto, até “falecidos” tomaram vacina contra a Covid-19

 
De acordo com o relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), divulgado na última sexta-feira (21) pelo ex-prefeito Fernando Naia, a prefeitura de Rio Tinto, Litoral Norte, praticou várias irregularidades na aplicação da vacina contra a Covid-19. Os dados foram informados pela Secretaria de Estado da Saúde.
 
Os números foram apresentados no programa Panorama 104, da rádio Litoral Norte FM. Segundo o relatório, 420 pessoas tomaram a vacina sem ter domicílio na cidade, 34 tomaram doses repetidas, 74 tomaram com intervalo incorreto entre as doses, 45 foram vacinadas fora do grupo etário, 13 estavam com registro sem CPF, 3 com idades diferentes na Receita Federal e uma com o CPF inválido.
 
O levantamento também identificou que alguns vacinados informaram o CPF de pessoas já falecidas. Ainda de acordo com o TCE, a cidade de Rio Tinto recebeu, de março de 2020 a maio de 2021, R$ 7.120.186 para o combate à Covid-19. Deste valor, foram gastos R$ 4.891.162.






Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem